Editora Fundamento

  • Descontos imperdíveis nos livros de históriaDesconto em livros de história
  • A casa na árvore com 39 andaresA casa na árvore com 39 andares chegou!
  • O Mundo Animado da AlfabetizaçãoO Mundo Animado da Alfabetização
  • Crime, mistério e suspense
  • Faça uma viagem pela história
  • Coleção a 5a onda
  • O Mundo Animado da Alfabetização

Nossos autores

  • Kate De Goldi

    Autora best-seller de contos e de livros de ficção juvenil, Kate De Goldi recebeu inúmeros prêmios e menções honrosas, incluindo o American Express, o Katherine Mansfield Memorial, o Livro do Ano do New Zealand Post (em duas ocasiões) e o Young Adult, do mesmo jornal, entre outros. As perguntas que não quero fazer é seu romance mais famoso e ganhou os prêmios de melhor livro do ano e melhor livro juvenil na edição de 2009 do New Zealand Post Children and Young Adult Book Awards e foi finalista na categoria ficção do Montana NZ Book Awards, do LIANZA Children's Book Awards e do Nielson BookData NZ Booksellers' Choice Award. Kate também é conhecida pelas resenhas de livros que faz no rádio e na televisão. Atualmente, ela mora em Wellington, na Nova Zelândia

  • Daisy Goodwin

    Daisy Goodwin graduou-se em História, na Universidade de Cambridge, e depois cursou a Columbia Film School. Começou sua carreira na TV, na BBC, como produtora de arte, desenvolveu filmes sobre personalidades da literatura e produziu The Bookworm e The Nation’s Favourite Poems. Também produziu os programas Looking Good e Home Front, que foram grande sucesso no Reino Unido. Daisy edita antologias poéticas, trabalha como apresentadora de TV e possui uma produtora de programas para televisão, a Silver River. Em 2010, foi jurada do Orange Prize na categoria ficção.

  • Indigo Bloome

    Indigo Bloome tem uma bem-sucedida carreira na indústria financeira e divide seu tempo entre a Austrália e o Reino Unido. Indigo é casada, tem dois filhos e mora com a família em Hobart, na Austrália, onde ela conseguiu explorar sua criatividade. Seu amor pela leitura, por interpretar sonhos, por manter conversas estimulantes e por decifrar a mente humana a levaram a escrever Destinados, uma trilogia que vem arrebatando leitores em vários países. Mais do que escrever um romance erótico, Indigo quis provocar os leitores e levá-los a discutir as diferentes percepções do mundo.