Dia Nacional do Livro: Ler é saber

blog

O livro é um instrumento tão antigo, mas capaz de promover transformações. Através da leitura podemos resgatar memórias, registrar histórias e viajar a lugares incríveis, sem sair do lugar. E sabe quem ganha com prática da leitura? Os próprios leitores!

Essa é uma das melhores estratégias para aprimorar a habilidade comunicativa, pois é uma forma de estarmos em contato com a gramática correta e enriquecer o vocabulário. Além disso, exploramos realidades e mundos diferentes. Ao ler um livro, evoluímos e desenvolvemos a nossa capacidade crítica e criativa. Além de adquirir conhecimento em diversos assuntos.

De acordo com a pesquisa realizada em 2011, pelo Instituto Pró-Livro e pelo Ibope Inteligência, havia 88,2 milhões de leitores no Brasil, sendo na maioria o público feminino – 57%. Foram considerados leitores as pessoas que leram pelo menos um livro, inteiro ou em partes, nos últimos três meses.

Há no Brasil um dia especial à leitura, que será comemorado na próxima semana, dia 29 de outubro – Dia Nacional do Livro. Vamos conhecer a história?

A partir de 1808, com a vinda da família real portuguesa e a fundação da Imprensa Régia, teve início o movimento editorial brasileiro. O primeiro livro publicado aqui foi o terceiro volume de Marília de Dirceu, em 1812, escrito por Tomás Antônio Gonzaga.

E a escolha do Dia Nacional do Livro remonta a este período, quando a Real Biblioteca, iniciada por D. João I no século XIV, foi trazida à colônia e oficialmente instalada no Rio de Janeiro, em 29 de outubro de 1810, fundando-se assim a Biblioteca Nacional do Livro. Eram 60 mil peças, entre livros, manuscritos, mapas, estampas, moedas e medalhas.

Escolha o seu livro preferido e comemore o dia desfrutando uma prazerosa leitura. ;)

Confira as opções da Editora Fundamento: www.editorafundamento.com.br

Fonte: Fundação Biblioteca Nacional