14 de Março - Dia do Vendedor de Livros

Vender livros é um desafio. Muito maior do que vender roupas, vender carros, vender joias. O livro não é algo simplesmente concreto. É abstrato na medida em que comporta o mundo, risadas, lágrimas, viagens impossíveis, sonhos ainda não sonhados. Vender o palpável pode não ser fácil. Porém, mais difícil ainda, é vender a imensidão contida nas páginas de um livro.

"O livro é um mudo que fala, um surdo que responde, um cego que guia, um morto que vive."
Antônio Vieira

Parabéns a todos os vendedores do impossível, do sonho, do abstrato.